5 motivos para abrir franquias em cidades pequenas | ACIRP


13/02/2020

5 motivos para abrir franquias em cidades pequenas

Além do custo operacional mais baixo e menos concorrência, redes como a Sóbrancelhas (acima) oferecem formatos de loja compactos e com investimento menor


 

Nos últimos anos, a estratégia de interiorização das redes de franchising vem ganhado força no setor. Isso ocorreu devido ao grande potencial demonstrado por cidades pequenas, ideal para empreendedores que desejam ingressar em um mercado não tão disputado quanto o das metrópoles, por exemplo.

Com o desenvolvimento dessas cidades menores, o franchising acabou se reinventando e se consolidou nessas regiões, onde é possível alcançar um crescimento acima da média nacional.


LEIA MAIS: Microfranquia cresce 53% e fica entre as 10 maiores da ABF


"A cada ano, com o cenário econômico positivo, investir em novas cidades se torna uma estratégia muito favorável para o setor. Constatamos isso com o aumento das franquias no interior, uma tendência que deu muito certo e acreditamos que veio para ficar", afirma Luzia Costa, fundadora da Sóbrancelhas, rede especializada em embelezamento do olhar que tem mais de 200 unidades espalhadas pelo Brasil, Argentina e Bolívia. 

Para entender melhor porque investir no mercado de franquias em cidades interioranas, com até 100 mil habitantes, a empresária lista cinco pontos-chave para ter sucesso na empreitada: 


BAIXO INVESTIMENTO

Uma das vantagens de investir em uma franquia em cidade do interior é que muitas redes oferecem modelos de negócios mais compactos, adaptados ao perfil da região - o que garante um investimento mais baixo se comparado com unidades instaladas em capitais. Outra possibilidade é o baixo custo de locação e manutenção das unidades.


ESTUDO DE MERCADO SIMPLIFICADO

Outro benefício de abrir uma unidade em regiões menores é que o empreendedor terá um contato mais próximo com os consumidores locais, o que facilita a aproximação e a fidelização da cartela de clientes.


FÁCIL GESTÃO

Os modelos mais enxutos em cidades interioranas tendem a ser simples por se adequar a região. Além disso, a concorrência é menor. "Assim, pode ser mais fácil atrair e mapear clientes", afirma a empresária.


CUSTO OPERACIONAL MENOR

Na maioria dos casos, as franquias que possuem operações em cidades pequenas têm um custo operacional mais baixo comparado às capitais, pois as taxas são mais acessíveis e os custos fixos como aluguel, salários e até insumos são mais baratos.


MENOS CONCORRÊNCIA

Um dos benefícios de uma franquia no interior é a concorrência menor em um mercado que não é tão disputado, tendo assim mais espaço para se desenvolver e fidelizar os consumidores locais, conclui Luzia. 


FONTE: Diário do Comércio