Banco Central projeta queda de 5% para o PIB de 2020 | ACIRP


16/10/2020

Banco Central projeta queda de 5% para o PIB de 2020

A expectativa anterior era de queda maior, de 6,4%, segundo o Relatório Trimestral de Inflação da instituição

 

Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo

 

 

Em meio a reavaliações dos impactos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia brasileira, o Banco Central (BC) atualizou nesta quinta-feira, 24/09, sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020.

A expectativa para a economia este ano passou de queda de 6,4% para retração de 5,0%. A nova estimativa consta no Relatório Trimestral de Inflação (RTI).

Entre os componentes do PIB para 2020, o BC alterou de +1,2% para +1,3% a projeção para a agropecuária. No caso da indústria, a estimativa passou de -8,5% para -4,7% e, para o setor de serviços, de -5,3% para -5,2%.

Do lado da demanda, o BC alterou a estimativa do consumo das famílias de -7,4% para -4,6%. No caso do consumo do governo, o porcentual projetado foi de +0,2% para -4,2%.

O documento divulgado nesta quinta indica ainda que a projeção de 2020 para a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) - indicador que mede o volume de investimento produtivo na economia - foi de -13,8% para -6,6%.

Todas as estimativas anteriores constavam do RTI divulgado em junho.

INFLAÇÃO

A inflação prevista pelo BC para este ano é de 2,1%. Se a estimativa se confirmar, a inflação ficará abaixo da meta que deve ser perseguida pela instituição.

A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,5% e o superior, 5,5%.

Essa previsão considera a Selic em 2% ao ano e o câmbio valendo R$ 5,30 constantes.