Boa Vista dá dicas para entreter crianças com economia nas férias escolares | ACIRP


25/06/2019

Boa Vista dá dicas para entreter crianças com economia nas férias escolares

As férias escolares do meio do ano são uma boa oportunidade para tirar as crianças da rotina. É possível fazer muitas coisas gastando pouco dinheiro, como atividades ao ar livre, passeios culturais, atividades em casa e muitas outras coisas que elas não fazem no período escolar.

E com a proximidade das férias, a Boa Vista tem algumas dicas para o consumidor planejar o que fazer com as crianças, aproveitando este momento para também ensinar algumas lições sobre educação financeira.

Revezamento de pais
Como nem sempre os pais entram em férias com as crianças, uma estratégia é conversar com os de outras crianças e fazer revezamento para as atividades. Assim se economiza combustível ou o valor do transporte, além de evitar que os pais tenham de perder um dia ou mais de trabalho para ficar com as crianças.

Artes manuais
Os pais podem estipular um dia das férias para que as crianças possam fazer artes manuais, estimulando a criatividade dos filhos sem precisar gastar muito. Basta disponibilizar materiais como papel, lápis de cor, giz de cera e deixar a criança criar.

Matinês de cinema
Nas matinês, nos cinemas, os valores dos ingressos são mais baratos. O consumidor deve verificar se o cartão de crédito oferece descontos na compra do ingresso. Os pais podem levar a pipoca e o refrigerante de casa, que custará bem menos. Lembrando que os cinemas não podem impedir ninguém de entrar com alimentos. 

Já se os pais não tiverem condições de levar as crianças ao cinema sem comprometer o orçamento, uma boa solução é escolher um filme com os pequenos e reunir a família para assistir em casa. Assim, se economiza o valor das entradas e da alimentação, além de fortalecer a união entre pais e filhos.

Momento na cozinha e piquenique
Levar os pequenos para a cozinha e, juntos, preparar um cardápio para o lanche é uma ótima forma de entretê-los e, ao mesmo tempo, ensiná-los lições de economia doméstica e o valor dos alimentos.

Um piquenique ao ar livre também é uma boa dica, sempre colocando as crianças para ajudar no preparo do lanche.

Passeios sociais e roteiro cultural
Um bom programa é levar os pequenos para visitar locais que nunca estão em sua programação de passeios. Exemplos: ONGs que trabalham com animais. Eles podem passar um dia divertido e ainda aprender muito sobre abandono dos bichos. 

Já atrações culturais em shoppings, teatros infantis e atividades em bibliotecas públicas com preços acessíveis são ótimas opções de roteiro cultural. Museus, parques e zoológicos também são atividades educativas e que não pesam muito no bolso.

O valor que poderá ser gasto para comprar comidas e bebidas nessas atividades pode ser combinado anteriormente com as crianças, sempre explicando a elas a importância da economia e o valor dos alimentos. Se não houver como comer fora sem comprometer o orçamento, novamente a solução é levar o lanche de casa.

Viagem de fim de semana
Pedir emprestado a algum amigo ou familiar a chácara ou casa na praia ou na serra e passar um fim de semana lá com os pequenos é uma ótima saída para viajar com economia, sem gastar com hospedagem e alimentação, levando os alimentos para as refeições. Se for necessário comer fora, boa parte dos restaurantes têm menu kids (pratos para crianças), com preços bem mais acessíveis.

Lições nas férias
As férias escolares também são uma ótima oportunidade para ensinar valores de educação financeira às crianças. Explicando os custos de cada atividade, o impacto que eles têm no orçamento doméstico e a realidade financeira da família, as crianças começam a aprender a importância de economizar dinheiro desde pequenas e se tornam aliados dos pais no planejamento das finanças.

Para ajudar as famílias a transmitirem esses valores às crianças, a Boa Vista disponibiliza, em seu portal Consumidor Positivo, uma cartilha de educação financeira infantil, com atividades e ensinamentos lúdicos que ensinam aos pequenos a importância de poupar. Para os pais e demais consumidores, o site também oferece uma cartilha de orçamento doméstico e uma planilha para fazer o controle das despesas e rendas do mês.

Para mais informações e dicas de Educação Financeira acesse: www.consumidorpositivo.com.br.

SOBRE A BOA VISTA

A Boa Vista é uma empresa brasileira que alia inteligência analítica à alta tecnologia para transformar dados em soluções para os desafios de clientes e consumidores.  

Criada há mais de 60 anos como SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), tem contribuído significativamente para o desenvolvimento da atividade de crédito no Brasil, ajudando o País a estabelecer uma relação de consumo mais equilibrada entre empresas e consumidores. 

A Boa Vista é precursora do Cadastro Positivo, banco de dados com informações sobre o histórico de pagamentos, que deixa a análise de crédito mais justa e acessível. Por isso, Cadastro Positivo é na Boa Vista.

Pioneira também em serviços ao consumidor, a Boa Vista responde por iniciativas que cooperam com a sustentabilidade econômica dos brasileiros, como a consulta do CPF com score, dicas de educação financeira e parcerias para negociação de dívidas. Tudo disponível de forma simples, rápida e segura no portal consumidorpositivo.com.br.

Atualmente é referência no apoio à tomada de decisão em todas as fases do ciclo de negócios: prospecção, aquisição, gestão de carteiras e recuperação.

Dados estão em toda parte. O que a Boa Vista faz é usar inteligência analítica para transformá-los em respostas e soluções às necessidades e desejos dos consumidores e empresas.