Cheiro de imposto: perfumes nacional e importado têm mais de 60% de carga tributária | ACIRP


06/05/2019

Cheiro de imposto: perfumes nacional e importado têm mais de 60% de carga tributária

Para os consumidores que pretendem presentear as mães dia 12 de maio com um perfume nacional, fica o alerta: a tributação embutida no preço final do produto é de 69,13%, a maior de um levantamento da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) com itens típicos do Dia das Mães. Por exemplo, por um perfume no valor de R$ 120,00 os filhos pagarão R$ 82,95 de impostos e R$ 37,05 efetivamente pelo produto. Já a carga tributária do perfume importado é ainda maior, de 78,99%, por conta de alíquotas de importação.  

Para as mães que não podem perder a hora, o relógio é o terceiro item do ranking, com carga tributária de 56,14%. Entre outros presentes de uso pessoal do ranking estão cosméticos (55,27%), maquiagem (51,41%) e joia (50,44%). “Os segmentos de beleza e de acessórios despontam como os mais taxados, com tributações que variam entre 50% e 70%, porque sobre eles incidem alta alíquotas de ICMS e IPI. Além disso, o governo taxa mais em cima do que é considerado bem supérfluo”, explica Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Ele frisa que, por outro lado, há opções de presentes (produtos e serviços) com taxação inferior a 30%: viagem (29,56%), ingresso de cinema (20,85%), flores (17,71%) e livro (15,52%). “O livro tem baixa taxação porque é voltado à Educação”.

Solimeo lembra que, nesta data, tradicionalmente o comércio tende a ampliar as vendas de roupas e calçados, que têm tributações de 34,67% e 36,17%, respectivamente. O segmento de eletrodomésticos também costuma ir bem, abarcando presentes como geladeira (carga tributária de 46,21%), TV (44,94%), batedeira (44,37%), liquidificador (43,54%), cafeteira (42,57%), máquina de lavar (42,56%) e fogão (41,22%).

A lista foi encomendada pela ACSP ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) e pode ser conferida a seguir:

 

PRODUTOS DIA DAS MÃES

PIS

COFINS

ICMS

IPI

ISS

OUTROS

TOTAL

 

Perfume importado

1,65%

7,60%

25%

30%

 

14,74%

78,99%

 

Perfume nacional

1,65%

7,60%

25%

30%

 

4,88%

69,13%

 

Relógio

1,65%

7,60%

18%

25%

 

3,89%

56,14%

 

Cosmético

1,65%

7,60%

25%

12%

 

9,02%

55,27%

 

Maquiagem

1,65%

7,60%

25%

12%

 

5,16%

51,41%

 

Joia

1,65%

7,60%

25%

12%

 

4,19%

50,44%

 

Geladeira

1,65%

7,60%

18%

15%

 

3,96%

46,21%

 

TV

1,65%

7,60%

18%

15%

 

2,69%

44,94%

 

Batedeira

1,65%

7,60%

18%

10%

 

7,12%

44,37%

 

Óculos de sol

1,65%

7,60%

18%

15%

 

1,93%

44,18%

 

Liquidificador

1,65%

7,60%

18%

10%

 

6,29%

43,54%

 

Bijuterias

1,65%

7,60%

18%

12%

 

4,11%

43,36%

 

Cafeteira

1,65%

7,60%

18%

10%

 

5,32%

42,57%

 

Máquina de lavar

1,65%

7,60%

18%

5%

 

10,31%

42,56%

 

Carteira

1,65%

7,60%

18%

10%

 

4,27%

41,52%

 

Fogão

1,65%

7,60%

18%

10%

 

3,97%

41,22%

 

Celular

1,65%

7,60%

12%

15%

 

3,55%

39,80%

 

Tablet

1,65%

7,60%

12%

15%

 

2,87%

39,12%

 

Notebook

1,65%

7,60%

12%

15%

 

2,37%

38,62%

 

Edredom

1,65%

7,60%

18%

0%

 

8,97%

36,22%

 

Calçado

1,65%

7,60%

18%

0%

 

8,92%

36,17%

 

Carro 1.0

1,65%

7,60%

12%

8%

 

6,02%

35,27%

 

Roupa

1,65%

7,60%

18%

0%

 

7,42%

34,67%

 

Almoço/jantar

1,65%

7,60%

18%

0%

 

5,06%

32,31%

 

Viagem

1,65%

7,60%

0%

0%

5%

15,31%

29,56%

 

Filme em DVD

1,65%

7,60%

0%

5%

5%

4,95%

24,20%

 

Ingresso de cinema

1,65%

7,60%

0%

0%

5%

6,60%

20,85%

 

Flores

1,65%

7,60%

0%

0%

 

8,46%

17,71%

 

Livro

1,65%

7,60%

0%

0%

0%

6,27%

15,52%

 

Fonte: Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT)