Espaço Cultural Iguatemi recebe a exposição Suspensão | ACIRP


13/12/2018

Espaço Cultural Iguatemi recebe a exposição Suspensão

A exposição Suspensão chega ao Espaço Cultural Iguatemi nesta quinta-feira (13) trazendo obras da artista plástica Norma Vilar e uma videoinstalação interativa do videasta Jef Telles. A mostra, com visitação gratuita, é a última do projeto Transversalidade na Arte, parceria entre o Shopping Center Iguatemi São José do Rio Preto e o Núcleo de Economia Criativa da Acirp. Ao longo do ano, 16 exposições levaram diferentes manifestações artísticas para o espaço no shopping.

No universo da arte há 33 anos, dos quais seis foram dedicados ao estudo dos processos da cerâmica, Norma Vilar traz, em Suspensão, sua mais nova forma de expressão artística, as esculturas em argila, em obras inéditas e singulares. A transversalidade com as artes visuais é promovida por uma videoinstalação interativa criada por Jef Telles, na qual o espectador, a cada cena assistida e utilizando um fone de ouvido, será conduzido a fazer escolhas.

“Durante a faculdade tive contato com a cerâmica e, posteriormente, com a esmaltação junto à artista plástica Mara Chiavegatti, com a qual adquiri mais conhecimento. Seguindo a universalidade da arte, surgiu a oportunidade de fazer um curso de especialização em cerâmica na Grécia, o que agregou uma evolução sem igual sobre os processos”, conta Norma sobre suas criações.

Acessando os sentidos da audição – com o mecanismo Binaural (som em três dimensões que reproduz o ouvido humano) – e da visão, Jef Teles complementa a exposição. “Quando a Norma me convidou para participar desse trabalho, trouxe também um desafio e algumas questões: como é estar suspenso? É possível enxergar o movimento da vida a partir de um estado de suspensão? A partir dessa instigação, desenvolvi uma narrativa na qual o visitante é personagem central e está em estado de queda fremente, como se histórias reais e ficcionais passassem pela memória”, comenta o videasta.

O conceito da exposição é exatamente o de suspensão de um momento no espaço, quando a forma congela um momento ou se esforça para se libertar. No acervo da mostra, constam doze esculturas em cerâmica, seis composições de parede também em cerâmica e cinco esculturas em papel machê de formas humanas que poderão chegar a 2,50 metros de altura.

O Núcleo de Economia Criativa da Acirp e o Iguatemi São José do Rio Preto realizam o projeto Transversalidade na Arte com o propósito de mostrar que é possível levar arte para todos, por meio de atividades multiculturais acessíveis à sociedade. O objetivo do projeto foi reunir várias manifestações artísticas em um só espaço, promovendo o encontro das artes plásticas com fotografia, música, literatura, arquitetura, artes cênicas, audiovisual e moda. No próximo ano, a parceria seguirá com exposições do projeto Identidade.

A visitação à exposição Suspensão será aberta ao público nesta quinta-feira (13) e segue até o dia 9 de janeiro de 2018, sempre durante os horários de funcionamento do shopping.

Sobre a artista plástica Norma Vilar

Formada em artes plásticas, com especialização em pintura na Grécia, pós-graduada em "Arte e Criatividade" e técnica em design de interiores. Com uma presença intensa no circuito das artes, há mais de 30 anos, suas obras estão distribuídas em todo o Brasil, já passaram por exposições em vários países (Portugal, Estados Unidos, Argentina, Inglaterra, Emirados Árabes, México, França, Espanha, Itália e Áustria) e as produções recentes encontram-se expostas em sua própria galeria, em São José do Rio Preto/SP. Transitando entre a pintura e a escultura, com uma variação estilística que abarca tanto o figurativo quanto o abstrato, sua produção artística também é muito diversificada, utilizando materiais alternativos, com base em um projeto de sustentabilidade. O seu talento artístico mescla uma forte sensibilidade intuitiva, aliada à sua criatividade e domínio técnico rigoroso, que perpassa o campo do desenho, o conhecimento da história da arte e explode em invenções de formas e cores singulares.

Sobre o videasta Jeff Telles

Jef Telles é videasta, roteirista, ator e diretor teatral. Formado em Artes Dramáticas em São José do Rio Preto/SP, graduado em licenciatura em Letras e pós-graduado em Cinema e Vídeo, o artista multimídia trabalha com a fusão das linguagens teatrais e audiovisuais. Foi coordenador audiovisual do Programa de Qualificação em Artes (Dança e Teatro), Biblioteca do Corpo (Ismael Ivo), docente pelo Senac Votuporanga em “Componentes em Dublagem, TV e Cinema”, vencedor 7 vezes do Festival do Minuto e ganhador do Mapa Cultural Paulista. Atuou como arte-educador pela Secretaria de Cultura de Rio Preto e Oficinas Culturais, na linguagem do Teatro-Vídeo. Finalista do Claro Curtas e Tela Digital (Canal Brasil) com o curta “Homem do Século” é diretor-fundador do Agrupamento Núcleo 2.