Prazo para empresas se inscreverem no Programa Nexos termina dia 30 | ACIRP


29/04/2019

Prazo para empresas se inscreverem no Programa Nexos termina dia 30

O projeto, desenvolvido pelo Sebrae e Anprotec, vai oferecer financiamento de R$ 100 mil a R$ 250 mil para startups que desenvolvem negócios inovadores para médias e grandes empresas

Termina na próxima terça-feira (30), o prazo de inscrições das empresas que queiram participar do Programa Nexos, que promove a integração das médias e grandes corporações (MGEs) e pequenos negócios inovadores (startups), com utilização intensiva dos ambientes de inovação (AI´s) nacionais, que são as incubadoras e aceleradoras de negócios. O projeto é realizado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec). Até o início desta semana, 19 empresas haviam sido inscritas.

Os ambientes de inovação possuem papel fundamental para o desenvolvimento dos empreendimentos de base tecnológica, atuando desde os estágios mais elementares da estruturação até as etapas posteriores de aceleração e expansão de mercado. São elas que oferecem infraestrutura operacional, além do apoio técnico-jurídico ao projeto e às startups. Os ambientes, também classificados como habitats, são espaços propícios à inovação e ao empreendedorismo e promovem a articulação entre empresas, diferentes níveis de governo, instituições científicas, tecnológicas, agências de fomento e a sociedade.

Os Habitats de Inovação facilitam o acesso à sua infraestrutura física e de serviços aos pequenos negócios, além de fornecer equipe de suporte especializada para mentoria nos contextos de suas áreas de competência e delimitados nos projetos incubados ou acelerados. Também são responsáveis pelas capacitações das startups relacionadas aos aspectos legais e jurídicos, marketing, finanças, entre outros. Além disso, supervisionam a parte financeira do negócio referente ao investimento realizado no contexto do programa.

Segundo o analista da Unidade de Inovação do Sebrae, Krishna Aum de Faria, existem hoje 52 ambientes de inovação, entre incubadoras e aceleradoras. Uma delas é a Biominas, localizada em Belo Horizonte, que trabalha na área de biotecnologia. “Acho o Programa Nexos bem interessante e seria bom ganharmos a chance de participar desse projeto de aceleração”, afirma uma das integrantes da empresa, Tatiana Maria Loiola Silva. A intenção, segundo ela, é trabalhar na área voltada para a ciência da vida e com biodiesel. Filipe Pessoa também aguarda que a empesa seja chamada para atuar com uma aceleradora de startup, por meio do Programa Nexos. “Já fizemos a habilitação e estamos esperando”, afirma Pessoa, que há 23 anos trabalha com empreendedorismo. Ele faz parte da César – Centro de Estudos e Sistemas Avançados de Recife.

O programa

O objetivo do Programa Nexos é contribuir para a inovação e ampliação da competitividade empresarial dos pequenos negócios por meio do aperfeiçoamento de tecnologias emergentes, desenvolvimento de novos produtos, processos e modelos de negócios. Além disso, a proposta é também ampliar o uso de recursos fiscais de apoio à inovação a partir da aproximação entre as startups inovadoras e médias e grandes empresas, além de fortalecer o papel dos ambientes de inovação no processo de preparação e capacitação dos pequenos negócios. “É importante porque a empresa tem o parceiro para desenvolver a tecnologia e pode deduzir o investimento no Imposto de Renda”, explica Krishna.

Os investimentos serão realizados em escala variável e são de limite mínimo de R$ 100 mil até o valor máximo de R$ 250 mil por projeto dedicado de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), já inclusas as taxas administrativas e impostos de qualquer natureza. Os valores podem sofrer alterações mediante solicitação e justificativa da empresa patrocinadora.