Sebrae e Caixa firmam parceria para condições especiais de crédito para MPEs | ACIRP


03/05/2020

Sebrae e Caixa firmam parceria para condições especiais de crédito para MPEs

O Sebrae e a Caixa Econômica Federal firmaram uma parceria na segunda-feira (20) para possibilitar condições especiais de acesso ao crédito para as micro e pequenas empresas (MPE), bem como para os microempreendedores individuais (MEI).

O acordo vai injetar inicialmente de R$ 6 bilhões a R$ 7,5 bilhões em linhas de crédito do banco assistido pelo Sebrae, por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), que atende às exigências das instituições financeiras para conceder operações de crédito.

Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica, explica que o aval financeiro do Sebrae permite a oferta de crédito com taxas mais competitivas. “Esse fundo de aval permite uma redução da inadimplência e com isso, garante a oferta de crédito com taxas de juros reduzidas em até 40%”, afirmou durante transmissão online ao vivo para anúncio da parceria.

A celebração do acordo faz parte do conjunto de iniciativas que vem sendo implementado pelo Governo Federal e pelo Sebrae, para reduzir o impacto provocado pela crise do coronavírus sobre os pequenos negócios no Brasil.

Além de taxas de juros reduzidas, as linhas de crédito oferecidas pela Caixa para o segmento terão carência de nove a 12 meses, com o parcelamento após esse período, de 24 a 36 meses, ou seja, com até quatro anos para pagar.

Os valores disponíveis chegam a R$ 12,5 mil para os microempreendedores (MEI), R$ 75 mil para as microempresas e R$ 125 mil para as empresas de pequeno porte. Segundo o presidente da Caixa, esses limites representam aumento de 25% a 56% das operações atuais.

Ao longo de todo o processo para acesso ao crédito, os donos de pequenos negócios também receberão crédito assistido do Sebrae, o que permite menos riscos nas operações.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, esse é um grande diferencial do acordo. “Vamos aliar a gestão empreendedora, a administração financeira e a administração do negócio para que os empresários se sintam seguros e possam certamente dar mais robustez a esse novo crédito, sem deixar de lado a produtividade”, explicou.

Durante a coletiva online, Melles destacou a importância do apoio às micro e pequenas empresas, que desempenham um papel cada vez mais estratégico na economia brasileira, e hoje respondem por 30% do valor adicionado ao PIB do país.

Segundo Melles, a parceria com a Caixa reflete uma preocupação mundial com o segmento, que no Brasil, enfrenta limitações de acesso ao crédito, principalmente neste momento de crise: “A realidade é que precisamos neste momento dar sustentação aos empregos e permitir que as atividades econômicas sejam mantidas minimamente, colocando o Fampe à disposição”.

Nos próximos três meses, o Sebrae vai destinar 50% da sua arrecadação, como parte do desdobramento da MP 932, permitindo o aumento nas operações de crédito com condições mais atrativas para os pequenos negócios, tarifas mais baixas, maior prazo e melhor carências.

Para quem busca atendimento, o Sebrae-SP está funcionando 100% remoto e digital, com novas ferramentas e capacitações a distância. É possível falar com um consultor pelo telefone 0800 570 0800 ou buscar informações no portal sebraesp.com.br.

Já quem quer aproveitar o período para fazer cursos online, há 117 opções gratuitas disponíveis no endereço ead.sebraesp.com.br.

 

O Sebrae-SP está realizando transmissões ao vivo diariamente às 17h com seus consultores via Youtube e Facebook  para tirar as dúvidas dos empreendedores de diferentes segmentos, entre eles crédito e renegociação de contratos. Participe!